Um futuro melhor se constrói hoje




Histórico

Sede do Sintac

De acordo com registros históricos os primeiros indícios do início do Porto de Itajaí datam de 1905, em 1914 iniciou-se as obras de construção de 700 metros do molhe Sul, nos anos seguintes novas obras foram sendo executadas e compondo a estrutura do Porto propriamente dito, que data de 1938 com um cais de 233 metros. Em 1966 com a instalação da JAPI, Junta Administrativa do Porto de Itajaí, nosso porto passou a ser considerado um porto organizado

Em 1976 a Administração do Porto de Itajaí passou a ser diretamente subordinada a PORTOBRAS, tendo um crescimento perceptível nos anos subseqüentes, o Porto de Itajaí viria se consolidar como um porto importante no cenário nacional

Anos mais tarde em 1983 surge o Sindicato dos Empregados da Administração do Porto de Itajaí ou SEAPI, a raiz do nosso atual SINTAC, o SEAPI foi criado com o intuito de representar os interesses dos trabalhadores da Administração e lutar por melhores condições de trabalho e salários para a categoria, neste período o Sindicato funcionava em salas alugadas ou cedidas pela Administração portuária

Anos mais tarde a sigla do Sindicato viria a mudar novamente, de SEAPI passou a SEAPIL, a mudança da sigla deu-se ao fato do Sindicato passar a representar os trabalhadores do Porto de Laguna, durante um curto espaço de tempo o SEAPIL agregava funcionários da Administração de diversos portos, inclusive São Francisco do Sul

Em 1990 durante o governo do Presidente Fernando Collor de Mello acontece a extinção da PORTOBRAS, o Porto de Itajaí assim como seus funcionários passaram a ser subordinados a CODESP, Companhia Docas do Estado de São Paulo, situação esta que perdurou até 1995 quando a Administração do Porto de Itajaí foi delegada ao município, através da criação da ADHOC, Administradora Hidroviária Docas Catarinense

Durante estas mudanças que houveram o Sindicato teve papel crucial para garantir a perpetuação dos direitos adquiridos no passado e lutar pela conquista de melhores condições de trabalho para a nova realidade que se desenhava

Em fevereiro de 1999 o SEAPIL adquiri a tão sonhada sede e deixa de funcionar em salas alugadas ou cedidas pela administração portuária, com a aquisição da Sede o sindicato ganha mais autonomia e rompe com qualquer tipo de dependência junto a Administração do terminal

No mês de Junho de 2000 através lei municipal nº 3513 a Administração do Porto de Itajaí, passa a ser feita pela SPI, Superintendência do Porto de Itajaí, este cenário de constantes mudanças exige do Sindicato uma participação efetiva, para a garantia de direitos de seus Associados ou não

Atualmente o antigo SEAPI criado em 1983 por empregados da Administração do Porto de Itajaí, chama-se SINTAC, Sindicato dos Trabalhadores da Administração, Capatazia, Empresas Operadoras Portuárias e Administrativos em Ogmo nos Portos e Retroportos Públicos e Privados de Itajaí, Laguna e Navegantes, conta com a participação de aproximadamente 200 associados, o papel do SINTAC extrapola a representação de seus associados e visa garantir os direitos e boas condições de trabalho a toda classe de portuários por ele representados

Atualmente o SINTAC aguarda decisão judicial, que garantirá sua legitimidade como representante dos funcionários ou trabalhadores com vínculo empregatício na Administração do Porto de Navegantes, vale ressaltar que esta mesma sentença, poderá estender-se aos funcionários com vínculo em terminais privados de contêineres em Itajaí, Laguna e Navegantes

Início Estatuto História Diretoria Financeiro Informativo Contato Legislação Links

© Copyright 2009 - Sintac - Todos os Direitos Reservados